Se seu navegador não suportar JavaScript. Algumas funcionalidades não serão exibidas, estamos trabalhando para disponibilizar mais breve possível as funcionalidades sem javascript.
Agência Pará

SEAD - Secretaria de Estado de Administração

Estou em:  Início » Alice Viana reúne-se com Intersindical ...

Texto: Maior - Normal - Menor

Noticias

Alice Viana reúne-se com Intersindical

Na manha desta terça-feira (11) o governo do estado, através da Secretária de Estado de Administração, Alice Viana, esteve reunido com a Intersindical-PA. A reunião aconteceu no gabinete da secretária, onde se fizeram presentes todos os representantes sindicais do estado.
 
Na mesa de negociação foram colocados em pauta os seguintes assuntos: a imposição judicial que garante aumento salarial aos servidores estaduais lotados em Belém; Auxílio alimentação, Incorporação do Abono Salarial; Definição de data para discussão sobre o Acordo Coletivo; Apresentação detalhada do Plano Plurianual (PPA) e o Imposto Sindical.
 
Na ocasião Alice Viana revelou a surpresa, por parte do governo, a cerca da reposição salarial de 22,45%, uma ação movida pelo Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Belém (Sispemb). De acordo com a secretária tal medida impõe uma série de restrições e condicionantes ao estado. “Essa reposição do percentual de vinte e dois e meio nos pegou de surpresa, porque traz uma limitação imensa do ponto de vista orçamentária, financeiro e legal”, declarou.
 
Alice Viana falou ainda que o governo não tem condições financeiras de arcar com o pagamento integral do percentual apresentado, mas que apesar disso esta fazendo um levantamento para identificação do conjunto dos servidores abrangidos pela decisão. Ainda de acordo com Alice Viana esse montante de servidores chega, aproximadamente, a um total de 44, 5 mil servidores, o que seria equivalente a uma dívida de 27 milhões de reais mensal.
 
“Hoje nós estamos com quase 45% do comprometimento de gastos com pessoal da receita corrente líquida, isso estoura o limite de gastos com o pessoal. Com os 27 milhões vai chegar ao percentual de 50% de gastos, o que é inviável do ponto de vista legal, financeiro e orçamentário”, informou a secretária.
 
Sobre as demais reivindicações dos trabalhadores referentes a auxilio alimentação e piso salarial, Alice Viana esclareceu que no momento o governo não poderá comprometer-se com tais negociações. “O Estado não tem esse dinheiro, contudo estamos buscando formas de negociar administrativa e financeiramente para resolver esse problema”, disse.
 
Sobre a Ação Judicial:
 
O Sindicato dos Servidores Públicos do Estado do Pará do município de Belém (Sispemb) entraram com uma ação judicial contra o Estado pedindo a extensão de um benefício cedido em 1998 aos militares do Pará. Contudo, a decisão da justiça veio agora e concedeu reajuste de 22,45% aos 44 mil servidores de Belém, o que também abriu precedente para que os demais funcionários estaduais solicitassem o ajuste.
 
No dia 8 de novembro, às 15h, os trabalhadores reúnem-se novamente com na Secretaria de Estado de Administração (Sead) para negociar os valores de auxílio alimentação e possível reajuste salarial.
 
Ascom/Sead
 
 

Copyright 2009-2013 © SEAD - Todos os direitos resevados
Desenvolvimento: PRODEPA  Usando CMS livre - Drupal  Sítio Acessível